Laboratório - Patologia São Lucas

Câncer de pele: fique atento!

   

Câncer de pele: fique atento!

     Não costumamos pensar na pele como um órgão, mas é isso o que ela é: o maior órgão de nosso corpo, responsável pela troca de calor e água com o ambiente, encarregada de proteger os órgãos internos contra bactérias e de captar e enviar para o cérebro informações sobre calor, frio, dor e tato. A pele tem três camadas, a epiderme (mais externa), a derme e o tecido subcutâneo, mais profundo.

     No Brasil, 25% dos tumores malignos diagnosticados são da pele. 

     Pessoas diagnosticadas no início da doença têm 90% de chance de cura. 

     Dos três tipos de câncer da pele mais freqüentes, o melanoma é o mais agressivo. Por essa razão, em termos de malignidade, os profissionais de saúde costumam classificar a doença em duas categorias: “câncer da pele do tipo melanoma” e “câncer da pele do tipo não melanoma”. 

     O câncer da pele pode provocar metástase, situação em que a doença se espalha por outros órgãos do corpo. 

     Fique atento aos principais sinais e sintomas desta doença: um crescimento na pele de aparência elevada e brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida; uma pinta preta ou castanha que muda sua cor, textura, torna-se irregular nas bordas e cresce de tamanho; uma mancha ou ferida que não cicatriza e
continua a crescer apresentando coceira, crostas, erosões ou sangramento. 

     Entre os fatores de risco do câncer da pele estão: a exposição prolongada ao sol, sem proteção adequada; alterações na imunidade; e o hábito de fumar, além de pele e olhos claros. 

     Independentemente do tipo de pele, a exposição ao sol, seja no dia-a-dia ou em momentos de lazer, deve ser acompanhada de cuidados: evite a exposição solar entre 10h e 15h (16h, no horário de verão); use chapéus, camisetas e protetor solar; reaplique o protetor solar a cada duas horas; e na praia, utilize barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta.

     Mesmo a exposição ao sol, quando os raios parecem mais fracos, antes das 10h e após as 15h, também não é inócua. Nesse período, os mesmos cuidados devem ser seguidos. 

     Pessoas brancas estão mais sujeitas a apresentar problemas da pele, inclusive câncer. No entanto, negros e amarelos também podem ter a doença. Nestas, o câncer da pele aparece, principalmente, na planta do pé, palma da mão e unhas. 

     O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum e representa mais da metade dos diagnósticos de câncer. São mais de um milhão de novos casos por ano nos Estados Unidos e cerca de 120 mil novos casos no Brasil. Desse total, cerca de 5% são melanomas, os principais responsáveis por mortes por câncer de pele. 
     
     Faça avaliação clínica da pele com seu médico para prevenir o desenvolvimento da doença.

Últimas NotíciasFique por dentro das novidades em nosso site.

24, JULHO de 2013
Desempenho entre ThinPrep e Papanicolaou convencional.
Um levantamento quantitativo comparando o desempenho entre o Thinprep (citologia cervical) e o Papanicolaou convencional.

button

 

22, JULHO de 2013
CFM critica vetos presidenciais e recorrerá ao Congresso
O Conselho Federal de Medicina (CFM) trabalhará para a derrubada dos dez vetos impostos pela presidente ao projeto de lei que disciplina o exercício da medicina no país. Os médicos estão preocupados por considerarem que a nova redação coloca em risco a saúde da população brasileira. Confira o parecer do presidente do CFM, Roberto Luiz d’Avila, que conta com o apoio das demais entidades nacionais de defesa de classe.

button

 

22, DEZEMBRO de 2012
Prevenção: a melhor arma contra o câncer do colo uterino.
O acompanhamento ginecológico periódico é fundamental na prevenção do câncer de colo de útero.

button

 

12, DEZEMBRO de 2012
Câncer de mama: uma ameaça real!
Entre todos os tipos de câncer, o de mama é o que mais causa morte entre as mulheres.

button

 

6, DEZEMBRO de 2012
CFM recomenda parto em ambiente hospitalar.
Após análise, conselheiros chamam a atenção para os riscos de partos realizados fora do ambiente hospitalar.

button

 

Em foco

quote  ...contamos com toda estrutura necessária para oferecer a Lavras e região exames anatomopatológicos e citológicos com qualidade e agilidade, sem a necessidade de deslocamentos inconvenientes de seu material para grandes centros."

Buscando sempre o melhor em nossos resultados, incentivamos sempre uma interação constante clínica, cirúrgica e/ou radiológica-patológica, através de contatos frequentes.



Últimas Notícias

Patologia São Lucas

Patologia São Lucas - Centro de Diagnóstico em Anatomia Patológica e Citologia
(35) 3826-2555
Rua Comendador José Esteves, 665
Centro - Lavras / MG - 37.200-000

Clique pra ver nossa localização
Contatos